Iracy Scotti Carise foi a 4ª a ocupar a presidência da ABBA e a 1ª mulher no posto

Iracy Scotti Carise, artista plástica dedicada à arte e pesquisa literária sobre sua temática, foi a quarta pessoa a ser presidente da Academia Brasileira de Belas Artes (ABBA) e a primeira mulher a ocupar o posto.

Ela é internacionalmente conhecida por pesquisas condensadas em atividades artísticas e literárias, etnográficas, antropológicas e culturais de nossas raízes, destinadas a compor acervos de Museus de Arte Negra (MANIC) e centros de pesquisas (CEPIC). Sua obra é divulgada em Universidades, Bibliotecas, Museus e entidades culturais do país e do exterior.

Títulos, prêmios e condecorações de Mérito das Belas Artes no mais alto grau, nacionais e internacionais, fazem parte de seu currículo.

No posto de presidente, sucedeu Carlos Eduardo Carise, 3º presidente, Heitor Usai, segundo a ocupar a cadeira, e José Venturelli Sobrinho, idealizador e fundador da ABBA.

Iracy Carise resume seu curriculum, no texto do Acadêmico Renato Serra sobre os segmentos de sua pesquisa histórica:

“Movida por inspiração divina, desvendou, através de profundos estudos, segredos guardados em nossa distante origem. Intuição primorosa, inteligência, coragem e abnegação conduziram-na ao fascinante continente africano com suas complexas etnias, mistérios, mitos e crenças. Desta apaixonada entrega surgiu uma obra forte em seu conteúdo, bela em sua essência, plena em sua fantástica realidade”.

Serra ainda destaca que “a raça negra e seus legados instigaram a personalidade luminosa da artista que se dedicou de corpo e alma numa pesquisa mágica”.

Nesta busca interminável, arte, história e costumes se entrelaçam numa inédita e singular simbiose que, no conjunto, constituem o mais rico manancial da cultura brasileira. Seu profundo saber levou-a a lutar contra a discriminação. Nesta batalha cotidiana, incansáveis exposições didáticas, palestras, cursos e aulas foram armadas para dobrar injustiças, esclarecer, educar, ajudando-nos a descobrir o milagre do amor na formação de uma nacionalidade”.

Nos próximos posts aqui no site, vamos continuar falando dos demais presidentes que passaram pela ABBA durante as mais de sete décadas de vida da nossa entidade. Fique ligado! 🎨❤

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.